O medo como forma de controle

Sabe aquele truque sujo que os adultos usam com uma criança quando não querem que ela vá a algum lugar ou mexa em alguma coisa? Por exemplo, a mãe não quer que a criança abra uma gaveta, então ela usa o medo como forma de controle dizendo que a gaveta tem alguma coisa perigosa como monstros, bichos papões, aranhas ou algo assim. Ou o pai não quer que a criança corra na direção de estranhos, então ele diz que todas as pessoas vão roubá-la, levá-la embora em um saco.

Isso é muito comum, infelizmente. De fato, é muito prejudicial e não deve ser feito. O melhor é tornar o ambiente da criança seguro e parar de dizer que ela não pode fazer isso ou pegar aquilo. Muito menos assustar as crianças desta maneira com mentiras aterrorizantes.

Este mecanismo de controle e manipulação através do medo e da ignorância também é usado com adultos. De fato, está sendo usado com você atualmente sem que nem sequer saiba disso.

medo como forma de controle

Anos atrás, eu assisti a um filme que retratava bem esse mecanismo. Mostrava uma cidade cercada por uma muralha, e era proibido passar através deste muro e deixar a cidade. Para que as pessoas nem tentassem ir para o outro lado, era dito a elas que fora da cidade existiam monstros, bruxas e grandes perigos. E assim, por séculos, ninguém se atrevia a pular o muro e verificar o que realmente havia do outro lado.

É claro que sempre há alguém mais corajoso e destemido que se atreve a ir contra o acordo geral, que simplesmente olha por cima do muro, vê que há lindos campos verdes e acaba indo para o outro lado.

Quem estudou um pouco de história, deve se lembrar das inúmeras vezes quando foi dito ao ser humano que ele não poderia sair de onde estava para ver o que havia do outro lado. O medo como mecanismo de controle foi muito usado e ainda é para manipular a população. Mistérios, segredos, perigos invisíveis, enigmas, “não dá para saber ainda” são todos mecanismos de controle.

Lembra-se quando se acreditava que nosso planeta era plano e que se as pessoas seguissem em determinada direção encontrariam um desfiladeiro? A teoria da Terra plana foi considerada por muitos povos ao redor do mundo, incluindo antigas culturas do Egito e da Babilônia, assim como na China até os últimos cem anos. Parece que ainda hoje, há pessoas presas nesta ideia absurda.

O filósofo grego Aristóteles, aproximadamente 300 anos antes de Cristo, já defendia que a Terra era uma esfera. Mesmo assim, este debate foi travado em muitas civilizações ao longo dos séculos. E foi também usado para controlar e manipular muitos povos.

Por trás de algo assim, há sempre pessoas ou instituições querendo controlar outras menos informadas através do medo e da ignorância. E em muitos casos, quando alguns indivíduos mais corajosos resolviam discordar e pensar por si mesmos, eles eram caçados, torturados, queimados e acabavam mortos de uma forma ou outra.

medo como forma de controle

Por isso que é ainda tão difícil hoje em dia fazer diferente, discordar de todo mundo, pensar fora da caixa, sair da zona de conforto, enfim, investigar para encontrar a verdade. É preciso ter muita coragem também!

Nossa sociedade continua dominada por uma dúzia de pessoas que infiltradas na mídia, no sistema educacional, na medicina, na política e até nas religiões usam o medo como forma de controle e manipulam os povos da Terra.

Um exemplo é como você fica ao ver sites de notícias ou assisti-las na TV. Como se sente? Com medo, ansiedade, angústia? Pensa que não dá para confiar em ninguém, que todo ser humano é corrompido, que todos nós vamos morrer e não há esperança para a humanidade? É assim que você fica? Exato. É feito sob medida para que você se sinta justamente assim. Depois, vem alguém dizer que a ansiedade é o mal do século. Por que será?

E ai quando você ouve um indivíduo mais corajoso como o filósofo L. Ron Hubbard dizendo que há esperança, que o ser humano é basicamente bom, que podemos criar um mundo melhor, que é possível atingir seus objetivos e ser feliz… é claro que você não vai acreditar. Pior, você não tem coragem de discordar da maioria, pois não quer ser diferente. Só que desta forma, você não sabe o que está perdendo.

Minha proposta é muito simples. Eu proponho que você pense por si mesmo, discorde da maioria, investigue melhor, busque a verdade. Não é necessário mudar de ideia de supetão. Simplesmente olhe por si mesmo, sem preconceitos, observe os fatos e aí poderá tomar uma decisão autodeterminada.

Quem sabe há todo um mundo novo, cheio de magia, beleza e felicidade que você desconhece e que poderá acessar assim que comece a olhar.

Se quiser conversar comigo sobre isso, estou sempre aberta à sua comunicação.

2 comentários em “O medo como forma de controle

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *