Relaxe, o universo traz…

O que será este tal de universo que traz maravilhas para as pessoas?

Eu só conheço três universos: o meu, o do outro e o universo físico.

Este último só traz chuva, vento, temporal, enchentes, furacões, nevascas e desastres em geral. Várias pessoas com quem conversei recentemente foram vítimas de inundações e desabamento de tetos e paredes por causa da força do universo físico.

Já aconteceu com você? Comigo também!

O universo físico, que é formado de matéria, energia, espaço e tempo, é um gigante brutal que não coopera muito com a gente. De fato, está sempre nos impedindo de fazer o que queremos e bloqueando nossos objetivos.

E os outros universos? O do outro vai trabalhar para o outro. Portanto, o único universo com o qual você pode contar é o seu próprio.

Puxa, é muita responsabilidade para engolir de uma vez só. Verdade, mas é a única forma de ter sucesso constante e crescente na vida.

Quando você passa sua existência esperando que algo misterioso ou desconhecido traga algo positivo para si, irá se decepcionar mais do que deveria.

Mas quando entende que tudo depende mesmo de você, colocará mais atenção em despertar e utilizar todo o seu potencial, dará mais prioridade ao seu desenvolvimento pessoal e será mais bem-sucedido.

Como ainda estamos bem no início do ano, esta reflexão é muito importante para que você realize suas resoluções de Ano Novo.

Porque não é só o passar do tempo que vai fazer seus sonhos se realizarem. O primeiro passo é decidir que é tempo de mudança. Você precisa dizer: já chega, basta, quero mudar!

O que acontecerá neste ano, acredite, não vai depender da cor da roupa que usou na noite da virada, tão pouco do que comeu, das velas que acendeu, nem dos três pulinhos no mar que deu.

Vai depender, sim, de quem você quer ser, da sua coragem de se livrar de atitudes e pensamentos negativos, que o estão oprimindo, vai depender da sua criatividade em se permitir ser maior, da sua ousadia de arriscar a ser MAIS, mais capaz, mais inteligente, mais autoconfiante e ir além da mera repetição.

VAI DEPENDER DAS SUAS ATITUDES!

Sim, porque não basta “ter uma boa intenção”. A vida está passando, e você pode seguir fracassado e infeliz até o fim dela, apenas cultivando boas intenções. É preciso que suas boas intenções se tornem ações.

Às vezes, você faz listas de intenções e espera que alguém faça aquilo tudo acontecer. Quem? Um anjo? Um mestre iluminado? Um parente milionário, a sogra, o tal do universo? Sabe-se lá! Você pensa: alguém tem que fazer isso dar certo.

Nem passa pela sua cabeça que aquela é a sua lista e é você que precisa lutar para que ela se torne real.

É claro que ao fazer isso, você delega aos outros aquilo que é a sua tarefa de vida. Mas isso acontece porque talvez você não se sinta capaz de realizar de verdade o que pediu. Quem sabe sua autoconfiança esteja um pouco abalada.

Sua autoestima pode estar bem baixa também, e se você não sente que merece uma vida melhor, fica quase impossível atingir isso.

É preciso agir para mudar as coisas para melhor. A mudança não acontece sozinha. Você faz com que aconteça, porque se compromete com ela, porque segue perseverante e corajoso, dia após dia, atento, lutando por seus sonhos.

É comum você perceber que gostaria de mudar, mas muitas vezes é difícil.

Já reparou que emoções negativas fazem que você trave, fuja, se esconda, crie desculpas e continue ano após ano na mesma condição ou pior?

Suas emoções realmente controlam suas ações, portanto, para mudar atitudes é necessário que você tenha emoções mais positivas a maior parte do tempo.

É preciso estar entusiasmado ou no mínimo alegre para que suas ações sejam determinadas e construtivas.

Se continuar estressado, inseguro, triste e desanimado, não terá força emocional para a realização de seus objetivos.

O primeiro passo é então investir em técnicas que elevem seu nível emocional. Eu recomendo a Autoanálise porque é feita através do livro de mesmo nome, do filósofo L. Ron Hubbard. Com pouco investimento de tempo e dinheiro, você sentirá os resultados em somente duas semanas.

Confira clicando aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *