O que não mata, o fortalece ou enfraquece?

Vivemos em um mundo controlado pelas “autoridades”. O que uma “autoridade” diz é considerado como sendo verdade! E tudo começa na escola onde o professor é a autoridade. Ele diz:

– É assim, assim e assim e vai cair na prova terça-feira.

Isso acaba com a capacidade de pensar de qualquer estudante. Depois vêm os médicos, doutores, padres, pastores, mestres, gurus etc.

Vamos acordar minha gente! Quem se atreve a sair da zona de conforto e pensar por si mesmo? Uma das minhas missões na vida é fazer com que você pense por si mesmo.

Mas o que é isso? É sair do grupo das ovelhas manipuladas e discordar, analisar, perguntar: por que é assim?

Ah, é assim porque todo mundo acredita que é assim, sempre foi assim e vai continuar sendo assim. Não, não e não; discordo, pode ser que não seja assim.

Uma das dádivas que eu obtive com Dianética foi resgatar minha capacidade de pensar por mim mesma e não ter o desejo ardente de concordar com todo o mundo. E isso só foi possível porque estudei muitos livros e palestras de L. Ron Hubbard sobre a mente, o espírito e a vida.

Para os novos leitores, é sempre importante explicar que Dianética é uma ciência da mente humana para leigos desenvolvida pelo filósofo L. Ron Hubbard. Com Dianética você realmente entende como sua mente funciona e ainda pode usar as técnicas terapêuticas para fortalecer seu potencial mental e ficar mais autoconfiante, inteligente, motivado e saudável!

E também vai aumentar sua capacidade de pensar por si mesmo. Mas que tal começar agora?

Existe uma famosa frase que é: “o que não mata, o fortalece”. O que você acha: verdade ou mentira?

Está pronto para pensar? Vamos dizer que em um acidente seu carro pegue fogo e toda a sua família morra. Você não morreu, ficou meio queimadinho, mas viveu. Você acha que ficou mais forte depois desta experiência terrível?

Tem gente que diz que as pessoas aprendem com a dor e o sofrimento. Então, me diga o que alguém aprende de uma experiência deste tipo? Que carros queimam e pessoas que ama morrem?

Você poderia pensar: mas isso é muito traumático! Bem que experiência de dor física e emocional não é traumática?

Você está andando de bicicleta todo feliz. De repente, cai e quebra a perna. O que você aprende? Coisa boa que não é.

Você aprende a nunca mais andar de bicicletas porque elas são perigosas; bicicletas quebram pernas, então é melhor não andar nelas e manter suas pernas. “Que maravilha de aprendizado.”

Outro exemplo: você é traída pelo seu marido. Você sofre bastante, se divorcia e aprende que os homens são todos uns traidores, que casamentos não dão certo e que é melhor viver sozinha do que mal acompanhada. “Outro grande aprendizado.”

Obviamente que com as experiências de vida e o passar dos anos, nós aprendemos. O que estou explicando é que não há aprendizado real com a dor.

As pessoas ficam confusas com isso porque não entendem que a dor leva à inconsciência parcial ou total, e ninguém consegue aprender quando está inconsciente. Tente aprender algo quando estiver com dor de cabeça.

Além disso, a dor rouba sua energia de vida. Leia esta citação:

“Um organismo é suprimido em direção à morte pela dor acumulada.

A dor sob a forma de um grande choque violento produz a morte imediata.

A dor em pequenas doses ao longo da vida suprime gradualmente um organismo em direção à morte.”

– L. Ron Hubbard

Significa que a dor que não o mata de uma vez, o mata gradualmente. Portanto, se não o mata de uma vez, o enfraquece.

E não precisa ir muito longe para se dar conta disso. Olhe para si mesmo. Como está seu ânimo, sua energia, disposição, saúde? Consegue perceber que está menos vivo do que quando era criança?

Você está cansado, frustrado, desanimado, sem energia para entrar em ação.

Está ou não está? Não minta para si mesmo!

Como você vai conseguir realizar seus sonhos e atingir seus objetivos desse jeito? Como vai obter sucesso profissional e prosperidade assim todo cansado, desanimado e sem energia?

O que só Dianética explica é que todos os seus acidentes, doenças e perdas estão gravados em sua mente reativa. E pior, estas gravações roubam sua energia de vida, sua vitalidade.

A única solução é drenar a carga dos depósitos de dor da mente reativa. E só Dianética faz isso.

Comece aumentando seu conhecimento estudando mais sobre o assunto. Clique aqui e inicie sua aventura de autoconhecimento profundo.

8 thoughts on “O que não mata, o fortalece ou enfraquece?

  1. Piedade Nascimento Lufuma Reply

    Uma das minhas missões na vida é fazer com que você pense por si mesmo”

    Sobre pensar por mim mesmo, isto significa muita coisa é acreditar no meu potencial na minha força do interior para que, eu este praparado de tudo e contra todos. Mas e não perder alinha horizontal e com cabeça erguida para trilhar, escalar os obstáculos da vida.

    • luciawinther Post authorReply

      Excelente Piedade! Estarei sempre ao seu dispor para te ajudar em tudo que precise relacionado ao seu autoconhecimento.

  2. Rosalva Skripka Reply

    Dianética é a única saída para limpar a mente das enturbulações do passado. Com a mente limpa você pode pensar melhor e tomar decisões corretas e por si mesmo.

  3. Randolph A Lauffer Reply

    Faz sentido. É importante analisar todas as informações que recebemos e avaliar a veracidade delas.

  4. Leonardo H. da Silva Reply

    Breve artigo com uma admoestação importantíssima para nosso Brasil!

    Com certeza, o princípio de “o que não mata o fortalece” é aniquilado pela ciência dianética. Com o homem médio possuindo tantos engramas de emoção dolorosa roubando sua força vital, não há como esperar possuir vitalidade, tenacidade e vigor!

    Aos leitores: sigam a dica de nossa amiga Lúcia e comecem a pensar por si próprios já!

    • luciawinther Post authorReply

      Bem explicado Leonardo!
      Os registros de dor física e emocional que ficam armazenados na mente reativa chamam-se engramas.
      Ainda bem que há uma terapia para eliminá-los.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *