Justificação: as suas desculpas para continuar limitado

Primeiramente, quero parabenizá-lo por querer ler este artigo!

De fato, é só para os fortes. Vou fazer com que você pense e enfrente certas coisas que poderão não ser fáceis de enfrentar. Mas, se mesmo assim, decidiu continuar a leitura, você é realmente muito corajoso!

Vamos começar com a definição da palavra justificação.

Justificação: Ato de justificar, de explicar a razão ou motivo para fazer ou deixar de fazer alguma coisa; explicação.

Pode ser tão simples como dizer que chegou atrasado a uma reunião porque tinha muito trânsito. Se você vive em uma cidade grande e sabe que há trânsito intenso todos os dias, teria que sair mais cedo se quisesse chegar no horário.

Justificações são usadas para dar desculpas por erros, atitudes impensadas e ilógicas e por tudo que você sente ou faz que não deveria realmente sentir ou fazer.

Um dos problemas é a ideia de que não há solução definitiva para seus problemas, pensamentos, emoções e atitudes ilógicas.

Você está tão acostumado com suas limitações, dores e mal-estares físicos e mentais que acha que nasceu assim e vai morrer assim. É comum ter a “síndrome” da Gabriela.

Nestas últimas duas semanas, conversei pessoalmente com mais pessoas. Uma senhora, por exemplo, me contou ter pavio curto. Ela é muito impaciente e estourada, briga com as pessoas que ama, ofende, magoa e se sente mal depois. Eu perguntei se queria melhorar isso e ela respondeu que sempre foi assim e nem pensava que haveria qualquer possibilidade de mudança.

Falando com outra pessoa e perguntando como estava a saúde dela, a resposta foi que estava tudo bem. Insisti indagando se tinha alguma dor ou desconforto e ela disse que tinha dores de cabeça crônicas. Como pode estar bem se tem dores de cabeça? A pessoa às vezes acha que dores, emoções e atitudes negativas fazem parte dela e que não há como mudar ou melhorar.

Obviamente que se um doutor disser que você tem uma doença emocional e nunca vai conseguir melhorar, você tende a acreditar que é verdade porque foi educado para crer em autoridades.

Há pessoas que têm até orgulho de suas doenças e limitações. Elas dizem com a boca cheia que têm alguma síndrome, transtorno ou déficit. Às vezes, nem sabem explicar o que é exatamente, mas acreditam que é grave e que sofrerão com isso pelo resto da vida.

Outras pessoas justificam seus erros e atitudes ilógicas dizendo que agem assim por causa de seus signos, data de nascimento, cartas e espíritos do mal. Até mesmo o diabo é usado como justificação quando alguém age de forma violenta.

Justificações muito comuns também são aquelas que culpam outras pessoas.

Um marido traidor justifica-se dizendo que a esposa é culpada pela traição porque ela não se arrumava mais e dedicava toda a atenção em cuidar dos filhos e da casa.

E há pessoas que ficam culpando o mundo, o governo e as circunstâncias por não conseguirem aquilo que querem. Você é assim?

Aqui estão algumas justificações bem comuns:

– Meu casamento não dá certo por causa da minha sogra.

– A culpada por eu não ter sucesso na vida é a minha mãe.

– Deus é o culpado!

– É o planeta tal que está virado para a Lua neste momento,

– Fizeram macumba contra mim, é magia negra, tem um espírito maligno encostado em mim.

Justificações, justificações e mais justificações.

Sabe qual é o maior problema de todas essas justificações? Fazem com que você não melhore, não mude. Às vezes, você nem procura ajuda e continua por muitos anos, quem sabe toda uma vida em condições ruins.

O fato é que suas justificações o mantêm eternamente limitado.

Se você quer mudar de verdade e melhorar qualquer condição negativa em sua vida, o primeiro passo é deixar de justificar, enfrentar a situação e fazer algo eficaz para eliminá-la de vez.

E para fazer isso de uma forma gradativa e eficiente, recomendo o livro Autoanálise de L. Ron Hubbard, pois ele contém uma terapia positiva que você aplica em si mesmo através do livro.

É o investimento mais econômico e eficaz para fortalecer sua autoconfiança, melhorar sua memória, ficar mais motivado, alegre e conseguir mudanças concretas em sua vida.

Para mais informações, clique aqui.

 

One thought on “Justificação: as suas desculpas para continuar limitado

  1. Leonardo H. da Silva Reply

    Justifique suas aberrações, doenças e decisões irracionais, e o diabo que é a mente reativa o agradecerá! Se o vulgo “tinhoso” é o lobo que se veste em pele de cordeiro, essa pele com certeza é a justificação.

    Oh, a felicidade de saber que não precisamos de nenhum desses empecilhos a nossa progressão pessoal! Empoderemos nossas mentes analíticas para que possamos cada dia mais sermos nós mesmos e atingir façanhas estratosféricas!

    Obrigado pelo artigo, Lúcia! Compartilhá-lo-ei!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *