A explicação definitiva sobre EMPATIA e como desenvolvê-la

A habilidade de ver as coisas sob o ponto de vista de outra pessoa e entender as emoções dela desempenha um papel muito importante em nossas vidas, pois somos seres sociáveis e vivemos melhor em grupo.

De fato, sem empatia não há como ter sucesso como líder ou empresário, já que o maior patrimônio da empresa é o colaborador, e a única forma de entusiasmá-lo e engajá-lo em projetos e atividades é primeiramente compreendendo o que passa na cabeça dele.

Além disso, no mundo digital moderno que nos inunda com propaganda, somente quem entende seu “público” ou “persona” muito detalhadamente conseguirá se destacar no turbilhão de mensagens enviadas e recebidas diariamente.

Para conseguir dominar o tema e realmente usá-lo, vamos destrinchar melhor o significado da palavra empatia.

 

Confesso que antes de ter a ideia de escrever este artigo e pesquisar sobre o assunto, eu não sabia a definição completa do termo e, por isso, não estava me beneficiando como deveria do uso desta qualidade.

E espero que você, após ler este texto, possa também aproveitar o conceito de forma integral e ter mais sucesso em todos os seus relacionamentos.

Empatia é a habilidade de entender como outra pessoa está se sentindo ou entender a situação na qual se encontra. É a capacidade de “calçar os sapatos do outro” ou “entrar na pele do outro” para entender como certa situação faz com que ele se sinta.

A origem da palavra vem do grego EMPATHEIA, que significa “entrar no sentimento do outro”. Por isso, falamos que é a capacidade de se colocar no lugar do outro e tentar sentir o que o outro indivíduo esta sentindo.

Agora, se a emoção for negativa, você não precisa sentir a tristeza, medo ou a raiva do outro, mas pode entender como as emoções negativas o estão afetando.

Eu acrescento que é necessário também entender as atitudes e reações das outras pessoas que são muitas vezes completamente ilógicas para nós.

Quando a emoção ou atitude for positiva, fica muito fácil. Mas se forem negativas, fica bem mais difícil entender o que está acontecendo.

Imagine uma pessoa que o trate mal sem razão aparente. Você tenta ajudar a pessoa e recebe só ingratidão. Já aconteceu com você? Isso é comum.

Ter empatia não quer dizer que terá de aceitar ser mal tratado. A grande vantagem é que quando eu entendi o que faz as pessoas agirem de forma irracional, eu passei a não me ofender mais, nem me magoar. O que será?

A vilã é a mente reativa! Ela é uma das maiores descobertas do escritor e filósofo L. Ron Hubbard e está descrita completamente no livro best-seller Dianética: O Poder da Mente sobre o Corpo! Nesta parte da mente você grava e armazena todas as suas experiências de dor e sofrimento, tanto físicas quanto emocionais. O tempo passa e você se esquece dos acontecimentos achando que as gravações desapareceram. Bem, é aí que você se engana.

Será que as fotos esquecidas no seu celular somem? Claro que não. Da mesma forma, as imagens dolorosas gravadas na sua mente reativa também não desvanecem simplesmente porque você não lembra mais delas.

Elas continuam existindo e, pior ainda, o atormentando. Como? Trazendo ao presente suas dores, fracassos e perdas do passado. E ainda faz isso por baixo da sua consciência. Impõe emoções e atitudes negativas sobre você o controlando como uma marionete.

Só de entender como a mente reativa funciona aumenta sua empatia por si mesmo e pelos outros. E quando compreendemos melhor uma pessoa, passamos a gostar mais dela. Já notou isso?

Procurar entender como o outro se sente, colocar-se no lugar do outro, buscar compreender uma situação sob outro ponto de vista que não seja só o seu, abre as portas para a compreensão, o diálogo, e é a única forma de criar e manter a paz.

E como não é possível adivinhar o que a outra pessoa sente ou pensa, a comunicação é a ferramenta mais importante na busca pelo desenvolvimento da sua empatia.

Portanto, quando não entender o comportamento ou posição de outra pessoa, pergunte com afinidade, ouça com atenção e continue perguntando e ouvindo até conseguir realmente ver com o ponto de vista dela.

Além disso, aprenda o funcionamento da mente humana, principalmente da mente reativa. Assim você vai se tornar uma pessoa mais tolerante e paciente, conseguindo entender muito mais as emoções e atitudes negativas dos outros.

Isso fará com que você seja um líder mais competente, um amigo mais compreensivo, marido, esposa ou pais mais amorosos, enfim, você vai ser uma pessoa melhor!

E para começar a praticar, escreva nos comentários o que achou do artigo e quais são seus próprios pensamentos sobre o assunto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *